Publicidade - OTZAds

Claro, já ouvimos falar sobre isso várias vezes, mas você realmente sabe o que é um satélite e o que ele pode fazer por nós?

Um satélite é um objeto artificial que é colocado em órbita ao redor da Terra.
Ou outro corpo celeste.

Publicidade - OTZAds

Ele é feito para cumprir várias funções.
Por exemplo, como comunicação, observação da Terra, navegação, pesquisa científica, entre outras.

Os satélites podem ser classificados em várias categorias.

Publicidade - OTZAds

Satélites de comunicações
satélites meteorológicos
, satélites de observação da Terra.
satélites militares
Satélites de navegação.
atélites científicos, entre outros.

Cada tipo de satélite tem uma função específica e está equipado com instrumentos e sistemas de comunicação adequados para desempenhar a sua função.

Os satélites são lançados ao espaço através de foguetes e podem ser colocados em diferentes tipos de órbitas, dependendo do seu alvo.

Publicidade - OTZAds

Por exemplo, os satélites de comunicação são colocados em órbitas geoestacionárias, o que lhes permite estar sempre numa posição fixa em relação à superfície da Terra.

Os satélites de observação da Terra são colocados em órbitas polares, permitindo observar diferentes regiões do planeta a cada passo.

Publicidade - OTZAds

Os satélites desempenham um papel importante em muitos aspectos da vida moderna, desde a comunicação global até a previsão do tempo, monitoramento de desastres naturais, navegação por GPS e pesquisa científica.

Satélites artificiais

Objetos feitos pelo homem que são colocados em órbita ao redor da Terra ou outros corpos celestes, como planetas e luas.

Eles são usados para uma variedade de propósitos, como comunicações, navegação, observação da Terra, pesquisa científica e militar.

Os primeiros satélites artificiais foram lançados na década de 1950, durante a Guerra Fria, pelos Estados Unidos e pela União Soviética.

Desde então, milhares de satélites foram lançados em órbita, incluindo satélites para comunicações, observação da Terra, navegação e pesquisa científica.

Os satélites de comunicação são usados para transmitir sinais de telefone, televisão e Internet em todo o mundo.

¿Sabes qué es Satellite? Comprobar.
¿Sabes qué es Satellite? Comprobar.

Os satélites de observação da Terra são usados para monitorar o clima, as condições do solo e o meio ambiente, e para rastrear desastres naturais, como furacões e terremotos.

Satélites de navegação, como GPS, são usados para determinar a posição e a velocidade de um objeto em movimento.

Os satélites artificiais são construídos com materiais leves e resistentes para suportar condições espaciais extremas, como ausência de gravidade e exposição à radiação.

Eles são lançados em órbita por foguetes e, uma vez em órbita, podem operar por vários anos antes de serem retirados de serviço ou desativados.

Satélites naturais

Satélites naturais são corpos celestes que orbitam um planeta.

Eles são chamados de “naturais” para diferenciá-los dos satélites artificiais, que são colocados em órbita por humanos.

Existem muitos satélites naturais em nosso sistema solar.

A Lua é o maior e mais conhecido satélite natural da Terra, orbitando o planeta a uma distância média de cerca de 384.400 quilômetros.

Outros planetas, como Júpiter, Saturno e seu

Os satélites naturais geralmente se enquadram em duas categorias: regulares e irregulares.

Satélites regulares são aqueles que orbitam seu planeta em uma órbita circular ou elíptica, geralmente no mesmo plano do equador do planeta.

Satélites irregulares têm órbitas mais excêntricas e inclinadas, e geralmente são capturados pelo planeta em vez de se formarem juntos.

Os satélites naturais desempenham um papel importante em nosso sistema solar, influenciando a rotação do planeta em torno do qual orbitam e afetando as marés em corpos d’água, como oceanos e lagos.


Se você quiser assistir, há vários aplicativos disponíveis para download, incluindo da NASA.


Lea también:

Vidas pasadas: Descubre la tuya.

Las mejores aplicaciones para medir el peso.


Eles também podem ser explorados para obter informações científicas sobre o planeta que orbitam e sobre o espaço em geral.